sexta-feira, abril 29, 2011

Regina Gois > Rota do Gado (Poesia Regional)

Estou trilhando um caminho encantado,
sem planos, sem pressa.
Somente uma coisa me interessa,
curtir essa longa estrada deserta,
com pastos por todos os lados.

O vento traz um cheiro gostoso de mato,
de terra...
de gado...
Já posso ver o céu alaranjado,
de um lindo fim de tarde iluminado.

Estou a caminho de Dourados,
terra dos  Guaranis, dos Kaiwás, dos Terenas,
minha gente linda, alegre
de pele morena.

Ao meu lado passa uma boiada,
deixando no ar uma poeira avermelhada.
A vasta planície deixa meus olhos encantados.
Logo, logo estarei em Dourados .
Regina Gois


3 comentários:

DALVA SAUDO disse...

Regina:

Essa poesia fez passar um belo filme em minha mente!
O roteiro foram as fazendas por onde passei para alfabetizar crianças na zona rural.
Ah! Os lindos fins de tarde...a boiada...o vento com o cheiro de mato...
Parabéns!

Regina Gois disse...

Realmente é tudo muito lindo. Eu não tive capacidade de descrever toda a beleza que vi, fiquei simplesmente deslumbrada.
Beijos

DALVA SAUDO disse...

Os caminhos foram diferentes, mas com semelhantes paisagens e encantamentos! Gostei muito das lembranças que sua poesia me proporcionou!